sábado, 15 de março de 2014

"TARDE DE CHUVA E CHOCOLATE"

Ontem terminei a leitura do livro "Tarde de chuva e chocolate", de Amalia Decker Márquez.
Foi a primeira obra que li desta autora e não fiquei com uma opinião muito completa da sua arte. Acho que preciso procurar mais bibliografia sua e voltar a experimentar.

O livro conta-nos a história da vida de Fiore e a saga da sua família na Bolívia.
Os bisavós, italianos de origem, emigraram para este país sul-americano, em busca de uma vida melhor e o seu futuro e das gerações seguintes acaba por ser marcado pela História do país, suas tradições e mudanças políticas.
Fiore acaba por nos contar muitas histórias das várias gerações de antepassados, nas quais as mulheres assumiram um papel primordial e marcante no quotidiano e futuro da família.
Um livro que nos fala de História, de Erotismo e de Utopia, que nos leva até à Bolívia do século XX.

Gostei de ler este livro, apesar de ter demorado mais tempo a fazê-lo do que é costume nas minhas leituras preferidas. A linguagem apresenta-se simples mas cativante e as histórias contadas são muito realistas e ricas em conteúdo, o que faz com que consigamos imaginar os diferentes episódios.
Contudo, sinto que me teria envolvido mais se conhecesse melhor alguns dados da História da Bolívia, os quais marcaram bastante a vida das personagens que vão surgindo.
Gostei bastante do protagonismo que é dado às mulheres daquela família, sem descurar os grandes homens que junto a elas foram vivendo, mas deixando bem clara a ideia de que não é neles que a "nossa" felicidade deve residir, mas em nós próprias e no que para nós faz sentido e dá prazer.
No entanto, penso que a leitura teria sido mais envolvente se houvesse maior sequencialidade temporal, já que os factos vão sendo relatados sem ordem cronológica, o que, pelo menos para quem pouco conhece da Bolívia, se torna menos fácil de acompanhar.

Sem comentários :

Enviar um comentário