terça-feira, 15 de abril de 2014

"VIAGEM À TERRA DA FANTASIA"

Na minha mesa de cabeceira nunca está apenas um livro.
Para além do de pensamentos de Paulo Coelho, onde escrevo alguns desabafos meus, geralmente tenho também um ou dois livros que estou a ler e mais outros dos filhotes ou que costumo ler para eles.
E desde o início do mês que, nesta categoria, estava por lá o livro "Viagem à Terra da Fantasia", escrito por Maria da Gracia da Luz Sardinha Francisco e que comprei diretamente às suas filhas (através do blog "A leitura é um oásis"), com direito a autógrafo e dedicatória.

Para além dos maravilhosos contos que preenchem as suas páginas, posso dizer que este livro traz com ele uma história... não um conto de fadas, mas uma história de amor bem real.

A sua autora, Maria da Gracia, adorava escrever e tinha há algum tempo a intenção de publicar os seus contos, mas a doença "pregou-lhe uma rasteira" e, em 2009, levou-a para outro local onde as estrelas brilham. E os contos ficaram sozinhos na gaveta durante dois anos, mas nunca esquecidos: nem eles, nem o sonho daquela mulher guerreira...

Por isso, em 2011 as suas filhas decidiram dar asas a este sonho e publicar, a custo zero, os contos da mãe, conseguindo-o em 2012 pela Chiado Editora.
E não só o concretizaram, como nele participaram e acompanharam toda a publicação. Assim, Vanda Sardinha, a mais nova, fez as ilustrações, ficando as suas irmãs Ana Raquel Sardinha e Onélia Sardinha encarregues de rever o texto, sempre com o "propósito de manter a escrita da autora e alguns regionalismos característicos da Ilha da Madeira".
E é desta linda forma que nasce esta obra de contos mágicos, que é mais do que uma homenagem à sua autora, deixando-nos esta mensagem:

"O AMOR É TRANSPONÍVEL À MORTE E OS SONHOS, OUTRORA IMPOSSÍVEIS, HOJE CONCRETIZARAM-SE"

Em relação ao que encontrei neste livro, posso dizer que adorei lê-lo para os meus filhos.
Todos os contos são mágicos e, ao mesmo tempo, divertidos, apresentando-nos personagens diferentes do comum e com características únicas e encantadoras. São contos de fadas com bruxas invulgares, reis com desejos irreverentes e viagens cheias de surpresas.
Sinceramente não sei se a autora tinha intuito de divertir o leitor, mas nós envolvemo-nos de uma forma bem animada em todos os contos, ficando sempre a sonhar, mas não de uma forma nostálgica... o sonho e o sorriso ficaram aliados e o mundo ganhou outra cor. 
A escrita de Maria da Gracia é cativante e envolvida com as tais marcas regionais tornou os contos fascinantes e memoráveis.
Foi sempre tão bom partilhar com os meus filhos aqueles contos ao final do dia!

Os meus póstumos parabéns à autora e um "muito obrigada" às filhas por terem partilhado connosco este sonho... Que prova de amor maravilhosa!!!

1 comentário :

  1. Muito obrigada nós, pela sua linda e tocante opinião sobre o livro da nossa mãe . Digo-lhe que conseguiu captar a intenção da autora, isto é, ela de facto queria que os leitores se divertissem com os seus contos. Ficamos imensamente felizes, que tenha partilhado momentos mágicos ao final do dia, com os seus filhotes. Marisa Luna, o amor genuíno e puro é sinónimo de vida - é a força maior, aquela que é capaz de superar quaisquer dificuldades. Muita luz, amor e sucesso para si e para os seus filhotes. Beijos

    ResponderEliminar