sábado, 25 de outubro de 2014

"O INTRUSO"

Há muito tempo que não lia da forma apaixonada com que devorei "O Intruso", de Carina Rosa.
Foram dois dias de leitura absorvente e mágica e não posso ficar mais com estas emoções dentro de mim: este é um livro que tenho de recomendar.
Já enviei uma mensagem à escritora agradecendo por não deixar o seu talento na gaveta... que bom que deve ser escrever assim!

"O Intruso" conta a história de um grande amor e de como é possível que amar alguém nos iniba de
viver e de ser feliz.
Neste livro, a personagem principal é Sara, uma jovem algarvia, independente e solitária, que vive com o seu cão Mike em Olhão e trabalha na área de marketing de um hotel.
Sara é uma mulher sofrida e triste, com pouco amor à vida e que já não acredita na felicidade. Desde que perdeu Rodrigo que a sua vida parece ter entrado num beco sem saída, pelo que, quando circunstâncias estranhas trazem até si outro homem, não encontra forças para abrir o seu coração de novo.
Mas não é só o medo de voltar a sofrer que a afastam de Martim; há forças muito poderosas que não a largam e que mostram que o amor às vezes pode tornar-se uma obsessão.

Sei que já o disse, mas ADOREI este livro.

A escrita de Carina Rosa é de grande qualidade a todos os níveis: é fluída, bem estrtuturada, rica ao nível do vocabulário, expressiva, concisa, equilibrada, enigmática, criativa... O discurso indireto aparece muito bem equilibrado com diálogos bem construídos.

A história de "O Intruso" é muito rica e criativa, prendendo o leitor (mesmo!) do início ao fim, e junta numa só obra tão boas características de um romance como de um thriller: é emocionante e emocional, é intrigante e envolvente, é límpida e misteriosa...
O fator surpresa está sempre patente, quer nos centremos nas relações amorosas descritas, quer estejamos a desvendar segredos e a conhecer desfechos. Na verdade, cada capítulo acrescenta valor à história, completa-a e transforma-a, progressivamente, num enredo extremamente envolvente.

Que bom que é ler assim!
Ainda bem que já tenho o segundo livro de Carina Rosa para devorar!

Sem comentários :

Enviar um comentário