quarta-feira, 5 de novembro de 2014

"ATÉ QUE O MAR ACALME"

Foi neste passatempo do blogue "Silêncios que Falam" que ganhei o livro "Até que o mar acalme", de Miguel Gizzas, e que conheci este novo conceito de "romance musical". (Muito, muito obrigada!)

Estava ansiosa por lê-lo e ouvi-lo, pelo que não esperei muito tempo até me deixar envolver nas palavras e sons das duas partes do projeto (livro e cd) e as minhas expetativas foram superadas.

"Até que o mar acalme" conta-nos histórias da vida de António, de Maria, de Adriana, de Eduardo e de Francisco, cinco pessoas que amaram muito e que, em algum momento, deixaram de acreditar poder voltar a amar.
Conta-nos também como as suas vidas se cruzaram, que caminhos iguais traçaram e como as diferenças aproximou uns e afastou outros.
E embalados por temas musicais especialmente dedicados a cada capítulo do livro, vamos conhecendo as personagens e recuperando com elas a esperança num futuro mais colorido e cheio de amizade e amor.

Tenho de começar por dizer: adorei!

Numa escrita muito envolvente, embelezada por fabulosas descrições (de espaços, sentimentos e pessoas) e rica em emoções e acontecimentos, Miguel Gizza consegue prender-nos à história tanto com o conteúdo de cada capítulo, como com os temas musicais que os acompanham e, arrisco-me a dizer, os completam.

Poderia ter lido o livro sem conhecer as músicas ou ouvido o cd sem ler a história que conseguiria conhecer o conteúdo de ambas as partes do projeto, mas descobri-las simultanemanete é mesmo a melhor experiência e torna-a tão duradoura que parece que conhecia pessoalmente cada uma das personagens e as suas vidas.
Não consegui entender-me bem com o sistema QR Code e usar o telemóvel para ouvir todos os temas, apesar de o ter feito em alguns capítulos, mas passei a andar com o cd dentro do carro.
Apesar de ter feito a maioria das leituras em casa e ouvido a maioria dos temas no carro, senti a simbiose entre palavras escritas e cantadas, pelo que agora, que continuo a ouvi-las, sinto que a história se mantém viva por muito mais tempo na minha cabeça e consigo revivê-la as vezes que quiser.

Para além destas vantagens do "romance musical", para mim este projeto tem como importante pano de fundo uma história muito forte, formada por várias boas histórias que se cruzam e enriquecem mutuamente.
Começando pelo (quase) fim de uma das personagens, voltamos atrás no tempo para conhecer todas as outras e suas viagens em busca do amor, para depois voltar ao ponto de partida e encontrar um caminho alternativo.
Gostei muito da forma como as personagens se encontram e se relacionam.
Gostei da simplicidade e profundidade de sentimentos, bem descritos e cantados.
Gostei do encadeamentos dos diferentes acontecimentos e do fator surpresa, sempre presente.

Percebo as escolhas de Miguel Gizzas, mas gostaria que o livro tivesse terminado no capítulo 17, não se prolongando até ao 20, ao contrário do que é normal acontecer comigo, que, no final dos romances, fico sempre curiosa em relação ao que vai acontecer no "sempre" do "e foram felizes para sempre".
Também gostaria de ter continuado a sentir os dois filhos de Maria e de António presentes na história, pois assumem um papel muito importante no início e depois deixam de aparecer, sendo apenas ocasionalmete mencionados. (Opinião de mãe?)

Tenho de agradecer ao escritor/poeta/músico por ter tido a ousadia de construir este projeto e dar-lhe os parabéns pela qualidade do livro e do cd, que são ótimos, quer como um todo, quer em separado.

Sem comentários :

Enviar um comentário