quinta-feira, 15 de outubro de 2015

"AMOR DE DEUS", DE MARTA VELHA

Terminei há minutos a leitura do livro "Amor de Deus", de Marta Velha, que me foi enviado em formato digital pela própria autora, a quem agradeço, de coração, a confiança em mim depositada.

Ainda estou de coração aos saltos, vibrando das emoções dos últimos capítulos deste romance que conta a história de um amor proibido entre uma mulher triste e magoada e um homem comprometido com Deus.

Maria é uma rapariga doce e educada que teve uma infância dura, uma juventude rebelde e uma entrada violenta na idade adulta.
Sem conhecer o amor, a jovem procura apenas fugir da dor e refugia-se numa pequena localidade, onde é muito bem acolhida e conhece Francisco.

O homem, maduro e dedicado de corpo e alma à igreja e às suas obras, encanta-se com a simplicidade de Maria e, intrigado com a tristeza que esta espelha no rosto, aproxima-se dela sem saber que este interesse mudará o rumo da vida dos dois.


Penso que é evidente demais, até pelo resumo que aqui apresento, que gostei bastante de ler este livro.
Escrito com uma simplicidade e ternura que também encanta, a obra conta-nos uma história que já fez correr muita tinta de caneta, mas que nos coloca sempre a pensar num assunto polémico da igreja: o celibato dos padres.
Já tive várias opiniões sobre o assunto, umas mais e outras menos favoráveis à lei estabelecida, mas tentei fazer uma leitura isenta, sem me deixar influenciar por preconceitos ou filosofias, para poder desfrutar bem da história entre Maria e Francisco, duas personagens deliciosas, que criam afinidades com o leitor e que ficamos sempre com vontade de ver "felizes para sempre".

A história não tem nada de extraordinário ou de muito criativo, mas lê-se muito bem e saboreia-se do início ao fim. É leve, autêntica e realista, cheia de personagens com bom caráter.

A escrita de Marta Velha é igualmente leve, simples e com linguagem acessível a todos. É fluída, livre de descrições pesadas, tem ritmo, aparece cheia de diálogos e é muito centrada no enredo principal, não se dispersando demasiado.

A estrutura do livro também está muito bem conseguida, iniciando-se cada capítulo de forma genial com uma citação retirada da Bíblia, a qual enquadra bem a história que será contada durante as páginas seguintes.

Gostei muito de conhecer a autora através desta sua obra e espero um dia conseguir pessoalmente dar-lhe os parabéns por arriscar e levar a sua escrita até muita gente.
Entretanto, espero conseguir conhecê-la um pouco melhora através da rubrica "Novos Autores".
Será que vai aceitar o desafio?

2 comentários :

  1. Bom dia Marisa :)

    é delicioso ler as suas palavras logo pela manhã!!! :)

    Desafio aceite!!

    Tudo de bom para si e continue com muitas e boas leituras :)

    Bjs :)

    Marta Velha

    ResponderEliminar
  2. Olá Marta!!
    Ainda bem que gostou. Foi tão bom ler o seu livro!!!
    Beijocas e bom fim de semana

    ResponderEliminar