domingo, 27 de dezembro de 2015

NA APRESENTAÇÃO DE "A PAIXÃO DE MADALENA"

No passado domingo, fui à apresentação do livro "A Paixão de Madalena", a segunda obra publicada por João Paulo Videira.

Fui muito bem recebida pelo próprio autor que, de sorriso no rosto, ia saudando os leitores à entrada do "Clube Literário & Bar Chiado", um novo espaço da Chiado Editora na avenida da Liberdade.
A sala não estava cheia, mas o ambiente inspirava as conversas que se pegavam umas nas outras, mostrando-se o autor um excelente orador, anfitrião e contador de histórias de vida. Sim, porque João Paulo nos contou a história por detrás do livro, referindo episódios, espaços e pessoas que o inspiraram a escrever "A Paixão de Madalena".

Numa conversa (quase) informal, conhecemos o escritor, o homem e a força das suas obras, percebendo a paixão com que se dedica às palavras e faz delas a sua vida.
Houve espaço para momentos sérios, para gargalhadas, para perguntas e respostas, para trocar experiências...
Houve tempo para João Paulo Videira falar também um pouco sobre o livro "De negro vestida", a obra de estreia do autor, que conta já com uma 2.ª edição, apresentando a sua história e fazendo uma análise sumária das diferenças entre as duas obras.
O escritor mostrou-nos o caderno onde está a escrever o novo livro, dando-nos a conhecer a forma como estrutura os enredos, as personagens, os cenários e (cronologicamente) os momentos dos seus romances.

Gostei bastante de conhecer o João Paulo Videira e as suas obras e confesso que fiquei com imensa vontade de as devorar. (O que acabou por acontecer com a obra apresentada nesse dia.)

Termino com uma expressão do autor que fez imenso sentido para mim:

"As palavras só contam como expressões de sentimentos."






 Imagens da página de facebook do livro "A Paixão de Madalena"

3 comentários :

  1. Que espétaculo! Deve ter sido super super giro

    beijinho
    http://the-not-so-girlygirl.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi mesmo!
      Bora comigo ao próximo?
      Um abraço e BOM ANO

      Eliminar
  2. Muito obrigado por um texto tão simpático! A sua presença trouxe luz ao nosso encontro. Aguardo, se assim o entender, uma crítica "feroz" ao romance! :) Uma cordial saudação, João Paulo Videira

    ResponderEliminar